EUA vs. Live Nation e Ticketmaster

EUA vs. Live Nation e Ticketmaster

Like
145
0
Domingo, 26 Maio 2024
Destaques

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos avançou com uma ação judicial contra a gigante do entretenimento Live Nation e a Ticketmaster, gigante da bilhética detida pela primeira, quase um ano após os problemas registados na venda de bilhetes para a “Eras Tour”, de Taylor Swift.

Para o Departamento de Justiça, a Live Nation e a Ticketmaster, detêm “um monopólio ilegal”, acusando ambas as empresas de “terem arruinado a indústria da música ao vivo” nos Estados Unidos. Com este processo, o Departamento de Justiça pretende que a Live Nation e a Ticketmaster sejam separadas, “para bem dos fãs e dos artistas”, refere a Associated Press (AP).

No processo, entregue em tribunal esta semana, o Departamento de Justiça acusa a Live Nation de ter abusado dos seus contratos de exclusividade com várias salas de espetáculos norte-americanas, dessa forma reduzindo a “pressão da concorrência”. Acusa também a promotora de ter ameaçado as salas que trabalhassem com outras empresas, impedindo-as de marcar os seus próprios espetáculos. “Por vezes, esta ameaça é direta; noutras, é velada, mas o intuito está lá”, afirma o Departamento de Justiça, ainda citando notícia da AP.

Em comunicado, a Live Nation rejeitou todas as acusações, dizendo que o processo movido pelo Departamento de Justiça não vai acabar com os problemas sentidos pela indústria da música ao vivo.