Boicote ao The Great Escape

Boicote ao The Great Escape

Like
162
0
Quinta-feira, 16 Maio 2024
Destaques

Mais de uma centena de artistas anunciou a sua retirada do festival The Great Escape, em Inglaterra, em protesto contra a guerra em Gaza.

O festival The Great Escape, em Brighton, Inglaterra, é dedicado a talentos emergentes da música.

Na base da tomada de posição dos artistas e bandas que se retiraram do evento está o patrocínio ao festival do banco Barclays, que financia várias empresas que têm providenciado armas a Israel.

O boicote foi iniciado pela promotora How To Catch a Pig e pela banda The Menstrual Cramps, que divulgaram uma carta aberta onde condenam a ligação do banco ao The Great Escape. Essa mesma carta foi assinada por mais de 300 artistas.

Em abril, o trio norte-irlandês Cherym, assim como as editoras Alcopop e Big Scary Monsters, anunciaram a sua retirada do evento. A estes juntaram-se, mais tarde, dezenas de outros artistas. No total, o The Great Escape já perdeu 106 nomes do cartaz da edição deste ano – quase um quarto da programação completa.

Este boicote mereceu o apoio dos Massive Attack, que desde o início da guerra em Gaza têm sido uma das vozes mais ativas no mundo da música na oposição às ações do estado de Israel. 

Contactados pelo “NME”, nem o The Great Escape nem o banco Barclays comentaram para já este boicote. O festival arrancou ontem e prolonga-se até sábado.

share