Artistas boicotam SXSW

Artistas boicotam SXSW

Like
227
0
Quarta-feira, 06 Março 2024
Destaques

Há já artistas que estão a boicotar o South by Southwest (SXSW), dizendo que “um festival de música não deve incluir quem ganha dinheiro com a guerra”.

São pelo menos três artistas que anunciaram um boicote ao festival South By Southwest, uma das maiores “montras” para artistas de todo o mundo, que se realiza a partir da próxima sexta-feira em Austin, no Texas.

Em causa está o facto de o festival, evento anual que reúne tecnologia, cinema, música, educação e cultura, ser patrocinado pelo exército norte-americano e de ter também, este ano, o patrocínio da Collins Aerospace, subsidiária da RTX, antiga Raytheon, fornecedora de armas e equipamento militar.

Entre esses artistas está a norte-americana Squirrel Flower, nome em ascensão dentro do panorama indie norte-americano, que lançou um novo álbum, “Tomorrow’s Fire”, em 2023.

A decisão da artista, que mesmo assim vai estar por Austin para dar alguns espetáculos não relacionados com o festival, tem por base o seu apoio ao povo palestiniano. “Estão a dar uma plataforma a fornecedores de equipamento militar, que lucram com genocídio e dão armas ao exército israelita, pagas com os nossos impostos”, escreveu, nas redes sociais.

“Um festival de música não deve incluir quem ganha dinheiro com a guerra. Recuso-me a ser cúmplice disto, e retiro a minha arte e o meu trabalho sob protesto”, acrescentou.

Eliza McLamb, cantautora nascida na Carolina do Norte, e Okay Shalom também anunciaram a sua saída do cartaz do SXSW. “Nunca colocarei o meu nome ou apresentarei o meu trabalho num evento ao serviço da máquina de guerra norte-americana”, afirmou a primeira. A segunda, natural de Nova Iorque mas criada na África do Sul, disse “compreender demasiado os efeitos do colonialismo e do apartheid para poder ficar parada”.

Lembrando que o festival SXSW dura até ao dia 16 de março e conta, no cartaz, com os lisboetas House Plants e com a cantautora Jo Alice, nascida no Algarve.

share