22 mil discos de vinil na Biblioteca de Coimbra

22 mil discos de vinil na Biblioteca de Coimbra

4
624
0
Terça-feira, 26 Abril 2022
Destaques

A iniciativa chama-se “Regresso ao Vinil” e representa um novo serviço da Biblioteca Municipal de Coimbra, que passa a permitir a audição de discos do seu fundo fonográfico, que pode ser feita às quartas-feiras, na segunda e quarta semana de cada mês (mediante marcação prévia em biblioteca.servicodeaudiovisuais@cm-coimbra.pt ou pelo telefone 239702630).

No fundo discográfico municipal, com 22 mil discos, a maioria veio de uma doação feita pela RDP Centro em 2003, mas a chefe de Divisão de Bibliotecas e Arquivos, Lurdes Branco, destacou também a doação de um particular, Arménio Nogueira, com cerca de 700 discos de música portuguesa, alguns de Canção de Coimbra, onde se apresentam vários discos de 78 rotações.

Mas apesar de um acervo relevante nessa área, a coleção tem discos para todos os gostos, desde clássicos da pop e do rock, passando por bandas sonoras de filmes, jazz, música brasileira ou clássica.

Pelo meio, encontram-se raridades, como a banda portuguesa de rock progressivo Petrus Castrus, o álbum “Changri-Lá”, de Carlos Alberto Vidal, antes de o músico se assumir como Avô Cantigas, ou o disco de estreia da Banda do Casaco, de 1974, passando pelo avant-garde dos Telectu, que juntou Vítor Rua e Jorge Lima Barreto, ou as gravações nos anos 1960 de Fernando Lopes Graça e Michel Giacometti em Trás-os-Montes.